sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Choque-Rei


Choque-Rei

Choque-Rei é no futebol paulista o confronto entre São Paulo Futebol Clube e Sociedade Esportiva Palmeiras.

O auge da rivalidade aconteceu entre 1942 e 1950, período em que São Paulo e Palmeiras dividiram os nove títulos paulistas. Foram cinco títulos tricolores (1943,1945,1946,1948 e 1949) e quatro do Palmeiras (1942,1944,1947, e 1950). A "majestade" do clássico valeu o apelido de "Choque-Rei", dado pelo jornalista Tomaz Mazzoni, do jornal "A Gazeta Esportiva". O Choque Rei levou por quatro vezes públicos maiores do que 100 mil pessoas no Estádio do Morumbi.

Nesse domingo 30/08/2009 no estádio do Morumbi teremos mais um confronto, agora válido pelo campeonato Brasileiro. Veremos a seguir as estatísticas do confronto entre ambas as equipes em jogos disputados pelo Campeonato Brasileiro. Lembrando que faz 14 jogos que o Palmeiras não consegue bater o São Paulo no Morumbi.

Na história do clássico incluindo os Campeonatos Paulistas e Brasileiro são 185 jogos entre as duas equipes, com 69 vitórias do São Paulo, 60 empates e 56 derrotas.

O São Paulo marcou 264 gols e sofreu 234 com isso possui um saldo de 30 gols a seu favor.

O jogador que mais jogou o clássico é o goleiro Rogério Ceni que participou de 18 jogos, venceu 5 empatou 6 e perdeu 7 sendo também o jogador que mais jogou pelo Campeonato Brasileiro com 415 jogos.

Além de todo esse histórico, contamos nesse momento com um jogo muito importante entre as duas equipes. Palmeiras é o líder da competição com 40 pontos e o São Paulo está na terceira colocação com 36 pontos. Uma vitória do tricolor pode lhe colocar na cola do líder, ficando apenas a 1 ponto da primeira colocação, mas também no caso de uma derrota a diferença que se encontra em 4 pontos pode subir para 7. Esse confronto marca o primeiro embate de Muricy Ramalho ex-técnico do São Paulo e atual treinador do Palmeiras com seu ex-clube, agora ele estará pisando novamente no Morumbi, mas agora como adversário, estará do outro lado vestindo agora outra camisa à do RIVAL . Uma pergunta surge nesse reencontro, como a torcida irá se comportar ao ver o Muricy? É uma pergunta difícil de responder por que vejo opiniões divididas. Na minha opinião, vejo que a torcida não deveria apoiar o agora rival Muricy, ainda mais se tratando de um jogo decisivo. Caso fosse um jogo que não valesse nada até apoiaria a homenagem, mas como não é o caso, nada mais justo como gritar o nome do nosso atual treinador, Ricardo Gomes. O interessante é que no retrospecto entre os treinadores eles já se enfrentaram 4 vezes, sendo que o Ricardo Gomes venceu 2 vezes e empatou 2 vezes, nunca perdeu para Muricy. Muito interessante.


Nos jogos desse ano a imprensa focou o clássico no confronto entre Washington X Keirrison. É engraçado que a cada clássico é uma novidade, nesse será dos técnicos, mas também temos que nos lembrar dos dois veteranos que defendem o gol das equipes. Rogério Ceni e Marcos. Mais uma vez os amigos se enfrentarão. Vale à pena ficar de olho nos dois também.



Agora é aguardar até domingo e assistir o jogo. Lembrando que a globo escolheu em transmitir São Paulo x Palmeiras às 16h em vez de Santos x Fluminense que era o jogo que estava programado para passar. Tudo isso aconteceu devido a estréia de Gugu na Record as 20:00h. A globo acredita que com o Choque Rei vai conseguir uma audiência melhor do que com o jogo do Santos e quer entregar para as próximas atrações a programação com a audiência lá em cima.


(Marcos e Rogério na concentração da seleção brasileira na Copa do mundo em 2002).


PS: Dados retirados do Futpédia.

(Siga a Debatecast no Twitter)

2 comentários:

Edison Junior disse...

Boa essa de colocar a história do clássico.

Claudio Leiva ''Claudera'' disse...

Legal que gostou.
É nóix.