sexta-feira, 1 de maio de 2009

Oitavas de Finais


Olá amigos da Debate, primeiramente feliz dia do trabalho a todos os guerreiros que trabalham de segunda a segunda pra conquistar o pão de cada dia. Hoje venho falar com vocês através desse texto, depois de minhas participações via Debatecast.


Quem diria que depois de uma primeira fase conturbada o São Paulo ainda conseguiria se classificar com a 4° melhor campanha? Ainda mais depois de ter ‘desperdiçado’ 3 pontos no jogo de volta contra o Independiente de Medellín (quando o time titular foi poupado para jogar o 2° jogo da semifinal do Campeonato Paulista 2009).


Sendo assim superamos os anos de 2005, 2006, 2007 e 2008 e igualamos com a melhor campanha na primeira fase que foi em 2004 (dados em relação de 2004 pra cá, que foi quando voltamos a disputar a Libertadores depois de 10 anos).


2004 – 1° do grupo, 4° melhor campanha.

2005 – 1° do grupo, 5° melhor campanha.

2006 – 1° do grupo, 7° melhor campanha.

2007 – 2° do grupo, 10° melhor campanha.

2008 – 1° do grupo, 8° melhor campanha.

2009 – 1° do grupo, 4° melhor campanha.


Com essa 4° melhor campanha na competição, iremos enfrentar a equipe que se classificou na 13° posição na classificação geral que é o Chivas Guadalajara (México).


Chivas, time esse que quase nos complicou em 2006. Nessa ocasião perdemos os dois jogos, ambos por 2x1 na fase de grupos, inclusive no Morumbi, quebrando assim uma invencibilidade de 30 jogos, estávamos sem perder em casa desde 1987 quando perdemos para o Colo Colo (Chile), também por 2 a 1. Muricy mais uma vez quebrando um tabu (contra, hehehe).


Mesmo com as duas derrotas conseguimos nos classificar em 1° do grupo devido a um saldo de gols melhor que o do nosso concorrente Chivas. Depois viemos a nos enfrentamos novamente mais pra frente na competição, agora pelas semifinais. Ai sim o São Paulo mostrou um melhor futebol, conseguindo assim duas vitórias, na ida vencemos por 1x0 e na volta uma vitória por goleada de 3x0, enfim estava encerrada as gozações de perder para o ‘’time do whisky’’.

Para fazer um parâmetro entre aquela equipe de 2006 com a de 2009 do Chivas, vai ai ambas as escalações:


Chivas Guadalajara (2006): Oswaldo Sanchez, Rodríguez, Reynoso e Magallon, Martinez, Araujo, Juan Pablo Rodriguez, Morales, Gonzalo Pineda, Bautista e Omar Bravo.


Chivas Guadalajara (2009): Luis Ernesto Michel, Reynoso, Galindo; Gonzalo Pineda ,Ramón Morales, Magallón, Xavier Baez, Marco Fabián e Sergio Ponce; Ochoa e Alberto Medina. Opções de ataque: Jared Borgetti, Javier Hernández.


Já se passaram 3 anos do último confronto, mesmo assim podemos dizer que a diferença desse time de 2009 em relação ao de 2006 é que em 2006 o Chivas tinha 2 jogadores mais decisivos como Bautista (vendido por 5 milhões de dólares para o Jaguares de Chiapas também do México no ano de 2007) , e Omar Bravo (atualmente está no La Corunã da Espanha).


­

Mas vale ressaltar que mesmo sem essas duas importantes peças a equipe atual possui uma boa zaga, incluindo seu goleiro e um bom ataque. Os números do Chivas são parecido com o do São Paulo nessa primeira fase o Chivas marcou 9 gols, apenas um a menos que o São Paulo, na zaga tudo igual, as duas sofreram um total de 6 gols.


­

Em quem o São Paulo deve ficar de olho?

No meu ver temos que ficar com os olhos bem abertos com o meia Pineda e com o camisa 10 Medina (atacante), ambos titulares e no banco eles ainda tem a opção do atacante, Jared Borgetti o veterano grandalhão de 1,84m que há pouco tempo veio do Club de Fútbol Monterrey, do qual teve uma passagem bem apagada, mas mesmo assim caso ele entre é bom ficar de olho.


Agora espero que nesse tempo que o São Paulo está apenas treinando o Muricy esteja trabalhando bem o time para que o não demonstre em campo um time apático e com poucas opções de jogo. Estou na torcida pela vitória e confiando no time, mesmo depois de ter demonstrado um desempenho (quase pífio), bem abaixo do esperado nos últimos jogos.


Demais jogos das oitavas de finais:


1° Grêmio x San Martín 16°


2° Boca Juniors x Defensor Sporting 15°


3° Nacional-URU x San Luís 14°

4° São Paulo x Chivas 13°

5° Cruzeiro x Universidad de Chile 12°


6° Sport x Palmeiras 11°


7° Libertad x Estudiante La Plata 10°


8° Caracas x Deportivo Cuenca 9°


Com certeza agora a libertadores começa a pegar fogo.


Vamos pra cima deles!!!


Saudações tricolores.


PS: Força Bráulio.

4 comentários:

Edison Junior disse...

Boa análise, Claudera. Você sabe como são os cruzamentos nas quartas de final?

Claudio Leiva ''Claudera'' disse...

Sinceramente esse time do Chivas não é de se temer na teoria ainda mais fora de casa, mas na prática o futebol é imprevisível.

Cruzamentos:

1° Grêmio x San Martín 16°
8° Caracas x Deportivo Cuenca 9°

Quem passar desses dois confrontos vão se enfrentar.

4° São Paulo x Chivas 13°
5° Cruzeiro x Univ de Chile 12°

Quem passar das duas chaves vão se enfrentar. Na lógica daria são paulo x cruzeiro nas quartas e depois um grêmio (difícil).

2° Boca Juniors x Defensor 15°
7° Libertad x Estudiante 10°

Os que passarem vão se enfrentar

3° Nacional-URU x San Luís 14°
6° Sport x Palmeiras 11°

Os que passarem vão se enfrentar.

---
Se o boca passar e o Estudiantes podem se pegar em um clássico.

Passando Palmeiras ou Sport o vencedor enfrenta Nacional ou san Luis e consequentemente o vencedor vai pegar o vencedor de boca e estudiantes se seguir essa trajetória de favoritos.
---
Passando as oitavas só vem pedreira.

Flávio disse...

Boa Claudera, mas esse Chivas vai ser a baba do boi cansado hein?!
Se não passar, podem fechar as portas e apagar as luzes!
hehehe

paulinhotri disse...

eu achei até bom que fosse o chivas,eles tem um bom time,joga e deixa jogar,então pra nós brasileiros isso é muito bom,agora se fosse o nacional do uruguai igual tavam falando ia ser bem mais complicado.valeu!!!